terça-feira, 8 de junho de 2010

Fashion Rio: Parte II


DIA 04
Blue Man

A coleção da Blue Man tem inspiração espanhola assinada por Marta Reis. Belas estampas, florais fortes e elegantes em fundo preto mais padronagens de azulejos e arabescos mouros. Dourados, tricôs, cordas e trecês adornam as amarrações e marcam a cintura. Os maiôs ganham recortes e decote redondo nas costas e os biquínis levam drapeados e tiras trançadas no peito e laterais comportadas. Para os rapazes a coleção é bem básica: bermudões gráficos e sungas quadradas, em tons pastel e com cara de vintage.



Filhas de Gaia
Filhas de Gaia foi a marca que na temporada passada foi acusada de copiar Balenciaga. No verão 2011 pode-se até dizer que partiram de uma ideia semelhante, no ponto de vista da estrutura espacial da roupa e a estamparia impactante, no entanto absorveram o próprio conceito e o retrabalharam, resultando em uma coleção leve e elegante. Vestidos marcados pela linda ilustração de cupcakes e algumas bucólicas formigas, mostrada também em drapeados. Há ainda, uma boa série em nude construída com elementos de lingerie - corsets e cinta-liga e uma sequência em azul-royal, decorados com broches de insetos, em cortes mais rigosos e sisudos. Os sapatos são os de salto anabela, um deles num formato bem próximo do design de Alexander McQueen, conhecido como Armadillo.



Cavendish
Carla Cavendish trouxe para o verão da sua marca, o gosto pelos vestidos (todos bem curtos), pelos pequenos babados nos ombros e nas barras de saias e pelas calças cenoura de cintura alta usadas com blusinhas por dentro. Os tecidos utilizados foram algodão, suedine, seda e laise em cores bem fortes e vibrantes como os laranjas, turquesas, vermelhos, amarelos que, algumas vezes, se misturavam ao marrom e ao preto.



Melk-Z-Da
Tudo branco no verão do pernambucano Melk Z-Da. A base são saias tulipa, bermudas, vestidos curtos e calças com estrutura marcada. A construção segue a modelagem de camisaria masculina, no formato e silhueta, golas e lapelas. Militarismo também aparece nos vestidos com martingales. Melk segue seu trabalho de formas, volumes e construções, em mangas abertas, faixas sobrepostas e dobraduras, formando uma sequência de looks poderosos. Tudo muito forte, em contraposição às camisas transparentes e bordadas e ao canelado brilhante dos tops.



OEstúdio
Depois de algumas estações se apresentando no SPFW, desde junho de 2006, volta ao Rio a marca carioca OEstúdio, com a coleção “Atos Impensados".
Tecnológica e bem-humorada, a grife brincou com a ideia dos movimentos que fazemos sem perceber, automaticamente. Na passarela, peças de malha, nylon e boas malhetas de algodão enfeitadas aqui e ali por alguns daqueles "simbolos inventados pela cultura moderna" como o vestido amarelo feito de post-its usados. Roupas simpáticas, esportivas, de cores e materiais atraentes ou divertidos. A marca acaba de lançar uma
loja virtual.


TNG
Haja referência, ou inspiração como se diz na moda. Mods, rebeldes, psicodélico, punk, op-art, new wave... São estas as fontes declaradas pela TNG como elementos do verão 2011. O jeanswear, que conduziu a apresentação, vem ainda bem clarinho, puxando pro azul ou cinza. Reto para eles, com poucas interferências além das barras dobradas. Para elas, o modelo cenoura com cintura alta e usado bem curto. Peças com estamparia gráfica grandona em bicolores de preto, branco e coral: listras, poás, losangos. O preto também aparece na coleção em vestidos e blazers, sem dúvida, ótimas propostas para a noite. E ainda No styling, cintos coloridos tressê, escarpins com meia e gravatinhas nas meninas.



DIA 05
Giulia Borges

Giulia Borges pegou as roupas de mergulho e de surf e foi atrás de todas as suas possibilidades. Como tecido, a estilista optou por um cetim encorpado e fez com ele uma infinidade de tops, saias curtas e rodadas, shorts e vestidinhos, todos eles cheios de recortes de cores diferentes, tiras franjadas e espaços abertos para se ver a pele. Vestidos românticos, de alças com laços e corte embaixo do busto, saias de babados e tecidos leves também apareceram na coleção. Para a série final foi desenvolvido um lindo neoprene perfurado em flores como uma laise de última geração.



Patachou
A marca mineira mostrou aqui no Fashion Rio boa parte da coleção que havia mostrado em BH no Minas Trend Preview, em abril passado. Foram roupas em branco e preto baseadas nas fotos de flores e folhas do fotógtafo Nick Night. A coleção mostra muitos vestidos curtos, ajustados com volumes de drapeados e camadas de tecido e também enfeitados com grandes pastilhas ou gotas translúcidas. Para quebrar a sobriedade da cartela, aqui e ali um vestido amarelo ou vermelho.



British Colony
Maxime Perelmuter volta a desfilar a sua British Colony, depois de quatro anos longe das passarelas. O estilista trata de novos clássicos, de básicos do futuro, baseado em três pilares: tropical, clássico e geométrico. O masculino é o protagonista, com ótimas propostas de um vestir leve, elegante e confortável. Destacam-se os ternos de tecidos finos de camisaria, tipo chambray, linhos e um marinho tecnológico de efeito amassado. Na cartela de cores, branco, coral e um cinza esverdeado, além da estamparia geométrica feita à mão, como pinceladas.
Para as meninas, vestidos com elementos de alfaiataria e um ótimo look de praia em Laís Ribeiro, de biquíni com hot pant transparente. Nos pés, sapatos oxford com recorte nas laterais, em couro para eles e vinil para elas.
Para quem gosta da Osklen mas não pode com os preços altíssimos, taí uma opção na mesma linha tão criativa quanto.



Juliana Jabour
A coleção de Juliana Jabour oferece roupas charmosas com detalhes de bordados ou de modelagem que enfeitam e chamam a atenção. Suas malhas têm sempre um bordado nas mangas, um recorte de ombros, uma listra com brilho, uma lavagem estonada que as distingue das demais. Tendo tomado gosto pelos tecidos ela não deixou por menos e colocou vários em sua coleção: algodões, chambrays de linho, neoprene, tricolines e sedas variadas.
Vestidos leves, sexy e bem cortados acompanhados de paletozinhos de modelagem caprichada cheios de detalhes, debruns, babados bem colocados. Para as tardes quentes de verão ela desenhou shorts e as menores saias vistas até agora no Fashion Rio.



Carlos Tufvesson
Carlos Tufvesson assume sua verve kitsch num longo desfile de vestidos curtos - cocktail dress, micro, com drapeados e faixas cruzadas nas costas. Tuvfesson trabalha com cores vivas, começa com laranja, depois verde, azu, em peças monocromáticas e bicolores e com estampas multicoloridas, de grafismos ou abstratos. Tem ainda uma série, ao final, em malha de aço, prateada ou dourada com paetês pretos. Nesta temporada o estilista carioca entra na seara do jeanswear (um micro-short e um jeans agarrado) e do beachwear (maiôs performáticos que funcionariam melhor na rua do que na areia).



Espaço Fashion
Os anos 50 e o clima de balneário retrô eram a inspiração no desfile da Espaço Fashion. Na passarela, saias rodadas e cinturas marcadas, como mandariam tendências de passarelas internacionais como a Louis Vuitton. Dobraduras, drapeados e recortes exageram na assimetria, aumentando em alguns quilos a silhueta das modelos. As cores marcam boa presença, assim como as estampas digitais - abstratos e florais. Os bustiês entram na lista de tendências da estação, e o efeito canelado no acetinado pode render peças bacanas na arara.



DIA 06
Triya

Estreia da marca paulista nas praias cariocas. Para atacar o mercado as estilistas da Triya se muniram da pele das feras e fizeram com ela uma moda colorida e atrevida que vai ser muito mais usada no pós-banho do que nas areias e águas do mar tal a quantidade de fendas, furos e recortes que os biquínis e maiôs apresentam. O desfile foi poderoso e mostrou 20 estampas digitais diferentes com paisagens africanas ao anoitecer, símbolos tribais, onças, tigres e outros bichos coloridos. Uma coleção divertida, o que não encobre o trabalho sério de modelagem e pesquisa de recursos de acabamentos.



Lucas Nascimento
O tricoteiro superstar Lucas Nascimento faz um verão pesado e sombrio, cheio de questionamentos pessoais e apoiado na poesia angustiada de Laurie Anderson. Lucas enfrenta o desafio de fazer uma coleção de verão em tricô e, usando tecidos sintéticos e inteligentes, constrói seu tricotado elaborado, mas fininho e quase transparente, quase um tule, em vestidos e saias. Seu verão tem comprimentos midi, mangas 3/4, maiôs de cava comportada, hotpants, calças cigarrete e macaquinho de ciclista. Sobre tudo isso, em fios escuros e misturados com lures, vem o bonito trabalho de texturas e estampas construídas na trama. Saiotes, aventais e amarrações plissadas fazem os detalhes minimalistas. Mais couro e cortiça, de efeito plastificado, que decoram ombros e cinturas, e constroem bustiês, tops e babados.



Andrea Marques
Ex-Maria Bonita Extra, Andrea Marques realiza o segundo desfile de sua grife própria. A estilista apresenta uma coleção Verão 2011 com laços, estampas e vestidos delicados, misturados a referências de alfaiataria. Vestidos godês, miniblusas, batas inspiradas na camisaria, calça pantalona curta de cintura alta e vestidos frente única completam a coleção da grife, muito equilibrada e com detalhes de modelagem e decoração - os abotoamentos - que valorizam as roupas.



Têca
A Têca foi a única grife do Fashion Rio que realmente abordou a silhueta militar que vinha se falando há algumas estações. A estilista Helô Rocha se inspirou em Natal (Rio Grande do Norte), sua cidade de origem, para criar a coleção Verão 2011. A marca de moda jovem ganhou referências militares vindas dos anos 40, quando, durante a 2ª Guerra Mundial, foi instalada uma base aérea na capital nordestina. O resultado: uma leve coleção de alfaiataria em linho, cartela de cáquis e acessórios em couro. Há também peças em florais de formas não muito definidas, como camuflagem, as cores lavadas e ainda, peças de renda (misturando bilro e renascença), confirmando o branco da temporada. Finalizando tudo, sapatos de lona com acabamento em couro e cintos amarrados com nó na ponta no styling de Leticia Toniazzo.



New Order
A New Order mostra sua primavera-verão 2010/11 no último dia de Fashion Rio com pegada escoteira multicolorida! A marca se inspirou nos acessórios de acampamento pra desenvolver mochilas, capas e guarda-chuvas e até coturnos da coleção “Jardim Elétrico”. Além dos elementos da natureza – que são representados em estampas e texturas em couro – cordas, lanternas, bússolas e mosquetões viram pingentes e ilustrações.
Bodies com zíper aparente, leggings e batas surgem com estampa de zebra, em branco e preto. A bolsa da vez é a tipo carteiro, mas em modelo que lembra uma trouxa improvisada para a viagem de última hora. No pé, coturnos leves com estampas florais de tecido, tênis de cabo alto coloridos, ora monocromáticos, ora com mistura de cores fluo e estampa, sandálias de amarrar na canela feita de tecidos, plataforma de madeira e anabelas com solado de corda.



Isabela Capeto
Retornando ao calendário do Fashion Rio, A carioca Isabela Capeto mostra uma coleção baseada no turquesa que a Pantone diz ser a cor de 2010, nos bordados que projetaram sua marca no início (nesta temporada com pedaços de conchas) e franjas do hula-hula. A modelagem, variada, trouxe, em geral, vestidos mais próximos do corpo, com cintura marcada mas não apertada e muitos babados em grandes camadas. Nos pés, duas tendências: a frente tipo Oxford e a base de salto alto em juta.


Fútil? Never. Dondoca? Ever!
Beijinhos,
Fabíola Mota

2 comentários on "Fashion Rio: Parte II"

Cammy Redling on 8 de junho de 2010 23:46 disse...

Oiii Fabiola!!
Vim retribuir a visita e conhecer o seu espaco!!!
Que maravilha!! Do topo ate o final, moda moda moda!!!
Adorei!!!
Ta lindo o seu blog!
Adorei o nome tbm, Dondocas de plantao!!! rsrs! Nota 10!!!
Ja estou te seguindo!
Bjossssssssss

Anônimo disse...

Fá!!!
Sempre passo por aqui, mas ainda não tinha deixado um comentário! Não resisti a mais este post e quero te dar os parabéns, o blog está muito legal!!!

Beijos
Aryanne.

Postar um comentário

Comentem dondocas!

 

Dondocas de Plantão | Fabíola Mota Copyright 2008 Fashionholic Designed by Ipiet Templates Supported by Tadpole's Notez